Centro Médico da Graça

Rua Humberto de Campos, 144, Graça, Salvador 

História

Descubra tudo o que passamos nesses mais de 50 anos de história. Desde os fatos marcantes até os acontecimentos pitorescos, saiba das transformações que passamos juntamente com as mudanças na área médica.

0 +
ANOS DE TRADIÇÃO

Uma arquitetura para a saúde.

O Centro Médico da Graça é um edifício de referência em Salvador, Bahia, Brasil, que se dedica ao atendimento de consultas médicas e odontológicas. O prédio está localizado na Rua Humberto de Campos, 144, no bairro da Graça, um dos mais charmosos e valorizados da capital baiana.

A história do Centro Médico da Graça remonta à década de 1970, quando um grupo de médicos decidiu se unir e criar um espaço para atendimento médico na região da Graça. A ideia era oferecer um ambiente moderno, confortável e equipado com tecnologia de ponta, que pudesse atender a todas as especialidades médicas.

Ao longo dos anos, o Centro Médico da Graça se consolidou como um dos principais polos de atendimento médico de Salvador, reunindo em um só lugar uma ampla variedade de especialidades médicas e odontológicas. Hoje, o prédio abriga mais de 50 consultórios, além de clínicas e laboratórios.

O Centro Médico da Graça é frequentado por um público diverso, que busca atendimento médico de qualidade e especializado. Entre os pacientes atendidos no local, estão desde crianças e adolescentes até idosos, de todas as classes sociais.

Além de oferecer serviços de saúde de alta qualidade, o Centro Médico da Graça também se destaca por sua localização privilegiada, próxima a diversos pontos de referência na cidade de Salvador. O prédio está situado em uma região de fácil acesso, com diversas opções de transporte público e estacionamento disponíveis nas proximidades.

Em resumo, o Centro Médico da Graça é um edifício de referência na área da saúde em Salvador, oferecendo serviços de alta qualidade e uma ampla variedade de especialidades médicas e odontológicas para atender às necessidades de seus pacientes. Com uma infraestrutura moderna e uma equipe de profissionais altamente qualificados, o prédio é uma opção segura e confiável para quem busca cuidados com a saúde na cidade.

Assis Reis: Uma Contribuição à Arquitetura Moderna na Bahia

Assis Reis, nascido em Sergipe e profundamente identificado com a cultura baiana, figura como representante da segunda geração do movimento moderno no Brasil. Ele integrou um grupo de arquitetos que buscavam harmonizar a criação arquitetônica e a técnica. Sua carreira foi marcada por dois eventos significativos: o projeto para o Pavilhão de Osaka, no Japão, em 1968, e a sede da CHESF – Companhia Hidrelétrica do São Francisco, em Salvador, em 1978.

Em 1966, Assis Reis concebeu os primeiros esboços para o Centro Médico Albert Schweitzer, hoje conhecido como Centro Médico da Graça. Essa obra recebeu reconhecimento internacional na X Bienal Internacional de Arquitetura em São Paulo, em 1969, e foi selecionada para a 1ª Bienal de Arquitetura Peruana, em 1970.

O projeto do Centro Médico originou-se de uma pesquisa conduzida pelo arquiteto e seus alunos da Faculdade de Arquitetura da UFBA. A falta de serviços ambulatoriais nos hospitais da região sul de Salvador motivou a investigação, resultando na proposta inovadora de um edifício exclusivo para consultórios médicos.

Esboço do projeto, em 1966

Vista do Centro Médico da Graça, pelo Vale do Canela

O uso do concreto aparente no projeto, aliado à preocupação com o conforto ambiental, reflete a busca por uma arquitetura adaptada ao local. Elementos como a modulação da fachada evidenciam a atenção aos valores humanos e regionais.

O edifício foi concebido, de uma maneira espantosamente precursora, para evitar a climatização artificial – e acompanhar com sua potente base de concreto obliquamente implantado, os movimentos de luz e vento tão naturais no clima litorâneo de Salvador.

Enfim, um poema concreto de amor à cidade!

Com inteligência, criatividade e adaptabilidade, e arte de viver. Corredores largos, amplas salas.

Para que o ser humano seja ali acolhido e curado, da melhor forma.

A funcionalidade urbana do Centro Médico contribuiu para melhorar a circulação viária na zona central da cidade, oferecendo um serviço essencial à comunidade local. Sua expressão formal, com volumetria curvada e adaptação à orientação solar, destaca-se como um patrimônio construído que enriquece o valor cultural da cidade.

O projeto arquitetônico, desenvolvido em 1967, apresenta uma lâmina curva que segue a orientação solar e de ventilação. Os módulos de consultórios médicos são separados por faixas sanitárias, criando uma volumetria suave. O uso do concreto aparente, as esquadrias de alumínio e outros detalhes contribuem para a contemporaneidade e a leitura marcante da obra, que se mantém relevante após mais de quatro décadas.

O edifício, composto por subsolo, térreo e pavimentos tipos, abriga consultórios médicos, serviços auxiliares, elevadores e áreas de circulação. A relação entre esses espaços, marcada por materiais de qualidade e soluções arquitetônicas inovadoras, permanece notável, embora algumas alterações tenham ocorrido ao longo do tempo.

Assis Reis, com sua visão regionalista e compromisso com a funcionalidade e estética, deixou um legado duradouro na arquitetura baiana por meio do Centro Médico da Graça.